O que é um intermediador aduaneiro?

Intermediador aduaneiro
4 minutos para ler
Powered by Rock Convert

As empresas que desejam trabalhar com importação e exportação podem fazer toda a burocracia por conta própria ou fazer uso do apoio de um intermediador aduaneiro. Esse profissional, também conhecido como despachante aduaneiro, é responsável por viabilizar as operações de maneira a agilizar os processos. Contar com essa especialidade é a receita do sucesso da esmagadora maioria das marcas que lidam com comércio exterior.

Quer entender melhor como funciona o trabalho do intermediador aduaneiro e as vantagens de contar com o auxílio deles? Continue acompanhando este artigo e descubra os impactos que o despachante aduaneiro pode deixar na rotina de comércio exterior das empresas!

Quem é o intermediador aduaneiro?

Trata-se do profissional que é registrado perante a Receita Federal para acompanhar o despacho aduaneiro de mercadorias. Ele atua como um representante da empresa na importação ou exportação.

Após a empresa ter o cadastro regular no sistema da Receita, conhecido como Registro e Rastreamento da Atuação dos Intervenientes Aduaneiros (RADAR), a empresa só precisa conferir os poderes para que ele possa representá-la. Isso se faz com uma procuração física e via web no sistema da Receita Federal.

Como procurador da empresa, o despachante poderá realizar todos credenciamentos, licenças, certificados, documentos e trâmites para o recebimento da mercadoria em caso de importação ou o envio da mercadoria e liberação para transporte internacional, caso se trate de exportação.

Qual é o papel do intermediador aduaneiro na importação e exportação?

O despachante aduaneiro auxilia a empresa em todo o processo de importação ou exportação. Fazendo todos os processos junto ao sistema SISCOMEX, e demais trâmites necessários, um dos passos mais relevantes é a elaboração da declaração aduaneira de importação ou exportação, um documento essencial para o comércio exterior.

Outro momento importante é a verificação da mercadoria pela Receita Federal, que sempre será feita na presença do importador ou de seu representante, ou seja, o intermediador aduaneiro.

O desembaraço aduaneiro é o procedimento de importação e/ou exportação que envolve a liberação da entrada e saída de bens no Brasil.

No caso de recebimentos de mercadoria de outros países, bem como, do envio para outros países é feita a conferência das declarações e impostos incidentes na operação, além de outras formalidades que dependem do tipo de mercadoria. O desembaraço aduaneiro envolve a liberação e entrega da carga para o destinatário final, o despacho aduaneiro envolve a autorização para a saída da carga. Sempre as mercadorias passam por uma verificação regulatória, aduaneira e também fiscal.

Quais os impactos da atuação de um intermediador aduaneiro no comércio exterior?

Uma empresa que atua com comércio exterior não precisa tê-lo como ramo de sua atividade. Geralmente, a empresa atua com comércio ou serviço, compra e/ou revenda de bens importados, fabricação de itens ou algum outro tipo de atividade na cadeia produtiva.

Lidar com a imensa quantidade de leis, decretos, normas regulatórias e tributárias é um grande desgaste. Para tanto, o intermediador aduaneiro é especialista no assunto e sabe exatamente o que é necessário fazer para cumprir a legislação. Justamente por isso, a maior parte das operações de importação e exportação brasileira são feitas com o auxílio desses profissionais.

Os impactos positivos de um intermediador aduaneiro são tão relevantes à empresa, a ponto de tornar essa contratação indispensável. Logo, na hora de escolher um profissional de confiança, é importante verificar sua experiência e reputação, além do registro na Receita Federal, que é obrigatório para a atuação na aduana.

Delegar com qualidade é o segredo da boa administração e nada mais acertado do que deixar um trabalho mais técnico com quem entende do assunto!

A realização do desembaraço da mercadoria é um procedimento obrigatório no comércio exterior. Portanto, contar com o apoio especializado de um intermediador aduaneiro é essencial para que o procedimento corra de maneira ágil, assegurando o cumprimento da legislação.

Gostou do artigo? Quais são suas experiências com o assunto? Divida conosco, deixando um comentário no post!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-